sábado, 7 de maio de 2016

Golf 2017

Chega ao Brasil o Golf 2017, 8 ª geração, a novidade é que pela 1 ª vez a Volks vai produzi-lo aqui em nosso país, e a produção já teve início na fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, mas, apenas, a título de curiosidade para quem não sabe, é onde também já é produzido o Audi A3 sedan!

A sétima geração do Golf a mesma produzida no Brasil que teve seu lançamento anunciado no país em 2013, inicialmente estava sendo importada da Alemanha, posteriormente começou ser importada do México.

O Golf de fabricação nacional chega ao mercado com o mesmo visual, embora com algumas mudanças e novidades a começar pela parte mecânica com a inclusão do novo motor 1.4 TSI, o qual foi desenvolvido para receber álcool e gasolina, o qual fará parte das versões mais completas do Golf, deixando o bloco 1.6 flex associado ao câmbio manual de cinco marchas para as versões mais baratas.

Comparando ao Golf que estava sendo importado do México, houve algumas alterações feitas no modelo Golf 2017, como uma mudança na suspensão traseira que serviu para facilitar, além do eixo de torção para substituir o sistema multilink.

Outro diferencial foi a transmissão automática que também mudou, agora o Golf nacional vem com câmbio automático Tiptronic de seis marchas, enquanto que o modelo importado vinha com um câmbio mais moderno, o DSG de dupla embreagem e com sete velocidades.

Outras mudanças feitas no Golf brasileiro que em breve estará nas lojas, é quanto ao acabamento interno que será o mesmo do modelo mexicano, embora este não tivesse mais com o freio de estacionamento eletrônico de série da versão alemã, só que foram mantidos os equipamentos de segurança como controles eletrônicos de tração e estabilidade, além do assistente de partida em rampa, e dos sistemas de entretenimento atuais.

Vale esclarecer que mesmo com essas mudanças de visual e de motor no novo Golf 2017, não deve chegar as concessionárias no Brasil tão cedo, pois, no momento está sendo produzido o Gol VII, 7 ª geração, enquanto na Europa está geração já é vendida há anos, ou seja, somente no final de 2016 é que deve chegar as concessionárias o Golf 2017, 8ª Geração!

De qualquer forma, no Brasil o Golf pode ser encontrado atualmente nas versões:

·       Comfortline 1.6, Motor 1.6 EA211 120 cv flex;
·       Highline 1.4 TSIe, Motor 1.4 TSI – 150 cv flex;
·       GTI 2.0 DSG, Motor 2.0 220 cv a gasolina;


Melhor mesmo é aguardar para conferir todos os atrativos do novo Golf 2017! Esse texto foi enviado pelo blog de veículos da QC Network.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Protetor Solar: vale a pena usar?

O verão é uma das épocas mais aguardadas do ano! É a hora de aproveitar ao máximo cada raio de sol, tudo para conseguir aquele bronzeado especial que geralmente permanece mesmo nos dias frios que se seguem!

E o perigo de ficar exposto ao sol durante horas, existe? E quanto ao protetor solar vale a pena usar?
Certamente, visto que o sol além de causar queimaduras graves, acelera o processo de envelhecimento da pele, criando sulcos e rugas profundas na pele ressecada, além de existir a possibilidade de causar o aparecimento de câncer de pele!


Felizmente para aproveitar bem o verão, basta apenas de algumas atitudes, a começar pela escolha de um bom protetor solar, pois, com certeza vale a pena usar, além de seguir algumas dicas. Confira:

·       Mesmo que esteja com a pele protegida graças ao protetor solar adequado, o bom é evitar exposições prolongadas e repetidas ao sol, principalmente se houve queimaduras de sol, isso, é a porta de entrada para o câncer de pele;

·       Saiba escolher o melhor horário para se bronzear, isto seria antes da 10 da manhã e após as 4 da tarde. Perto do meio-dia, ou até mesmo entre as 10 e as 16 horas é o horário propício para causar câncer de pele, portanto, nesses horários somente debaixo do guarda-sol, e mesmo assim, com protetor solar!

·       Muita gente acredita que o bronzeado perfeito, é ficar exposto horas ao sol logo nos primeiros dias, só que a pele demora de 48 a 72 horas para escurecer, por isso mesmo, é que muita gente abusa achando que o sol estava fraco!

·       E quando percebe já está vermelho feito camarão, pois, o efeito do sol foi se acumulando na pele!

·       Embora o protetor solar realmente vale a pena usar, outros acessórios também são necessários para proteger a pele do rosto, já que é a parte mais sensível do corpo, é onde o câncer de pele pode aparecer!

·       O ideal é estar sempre de chapéu, ou, viseiras, e no caso de estar debaixo do guarda-sol, tenha certeza que a passagem do sol está bloqueada de fato, e lembre-se, mesmo longe do sol, os raios ultravioletas estão bronzeando também, só que de forma mais amena!

·       Os lábios também merecem atenção, e devem ser protegidos com protetor labial e repassado após tomar o sorvete, o suco, ou comer algo, e assim, como o protetor solar deve ser passado meia hora antes de sair ao sol, essa é a maneira ideal para a pele do rosto permanecer sempre saudável e livre de rugas!


 Uma boa opção é usar um creme como o liftx, pois ele além de te proteger do sol, também elimina suas rugas.

sábado, 16 de abril de 2016

Conheça o "famoso" Óleo de buriti


O buriti apesar de ser uma fruta pequena em tom vermelho-escuro, é mais conhecida nas regiões de Norte a Nordeste, e devido ser rica em nutrientes, é muito importante para o bom funcionamento do organismo dando origem ao óleo de buriti.

A árvore do poderoso fruto do buriti, o Buritizeiro, é uma das maiores palmeira-dos-brejos, por isso mesmo, é típica das regiões alagadas e úmidas do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, e conforme a região pode ser conhecida com outros nomes como miriti, muriti, buriti, moriti.

O buritizeiro que dá origem ao óleo de buriti, pode chegar a 30 metros de altura, e cada planta pode produzir até 5 mil frutos por ano, e foi uma das frutas consumidas durante séculos somente pelos índios, até ser descoberta devido as propriedades benéficas que tem.


Conheça algumas das propriedades nutricionais do óleo de buriti

O óleo de buriti é rico em carotenoides, além de ser fonte das vitaminas A, betacaroteno, B1, B2, B5 e C, cálcio, ferro, proteínas, carboidratos, fósforo e iodo, tem ainda, antioxidantes que protegem a pele prevenindo radicais livres, fortalece os pulmões e reduz o risco de doenças cardiovasculares.

Uma das importantes propriedades do óleo de buriti é o poder que tem em restaurar a umidade da pele que foi exposta ao sol, graças aos ácidos graxos insaturados que contém, por isso, mantém as células da pele hidratada, protegendo o colágeno e a elastina, e como é absorvido rapidamente pela cútis, reduz as linhas finas e rugas de expressão.

O óleo de buriti puro, também pode ser usado para tratar queimaduras e feridas, já que ajuda na cicatrização do tecido beneficiando a pele, além de ser utilizado na fabricação de cosméticos.

Os cabelos também podem ser beneficiados com o uso do óleo de buriti, já que além de hidratar, e deixá-los brilhantes e sedosos, também fortalece os fios, e para isso, basta que aplique apenas algumas gotinhas no pente antes de pentear os cabelos, assim, assim, ficam protegidos dos efeitos nocivos do sol, vento e da poluição, melhorando a estrutura de cabelos secos, quebradiços e danificados.


Claro que a saúde é também beneficiada com uso do óleo de buriti, graças aos componentes que tem como tocoferol, betacaroteno e o ácido oleico, por isso, é indicado para auxiliar no combate ao câncer, a doenças vasculares, previne a degeneração nos olhos, fortalece o sistema imunológico, em casos de anemia, clorose, fraqueza orgânica, reumatismo articular, e ainda age, como excelente vermífugo, além de ter propriedades anti-inflamatórias, podendo ser usado também como repelente de insetos!

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Como fazer um plano de estudos

Ao decidir qual concurso ou qual vestibular fazer, muitos estudantes ficam perdidos e não sabem por onde começar a estudar, por isso um bom plano de estudo pode te auxiliar a manter o foco nos estudos. O plano de estudo deve ser elaborado sob alguns enfoques como planejamento, disciplina, determinação entre outros.

Antes de começar a separar as matérias, livros e imprimir folhas e folhas, organize o seu dia a dia. Saiba quais são os horários que você terá livre para se dedicar aos estudos. Tente não sobrecarregar sua carga-horária de modo que você possa cumprir com seu plano de estudos. Se você começar a deixar a matéria se acumular, é bem provável que você fique desmotivado.

Agora que você já sabe quantas horas se dedicar por dia pegue o seu edital, um calendário, um café, sente aí e vamos conversar sobre o seu plano de estudos.

Disciplinas
Se ainda falta muito tempo para a sua prova, o indicado é que você comece pelas matérias básicas como português e matemática. Após isso, vá acrescentando mais matérias e aprofundando mais o nível.

Você também deve fazer uma análise baseada nas provas anteriores. Quais foram as disciplinas que mais caíram? Alguma valia mais que as outras? Caso não passasse em alguma seria reprovado? Esse primeiro passo requer um pouco de paciência e de pesquisa no Google, mas para que seu plano de estudo fique perfeito você deve

Artigo relacionado: dicas para passar no enem.

Equilíbrio
Sempre tem aquelas matérias que você gosta e tem mais facilidade em aprender. Pois é, a carga horária de estudos para elas deve ser menor. Geralmente, temos a tendência de não estudar as matérias que não gostamos, mas o temos que fazer é exatamente o contrário. Na maioria das vezes, nós já dominamos bem as matérias que gostamos, por isso devemos dar mais espaço às matérias que não temos tanta afinidade.

Calendário
Agora que você já sabe quais são as matérias mais importantes para a sua prova e o tempo que você tem disponível, pegue seu calendário e reserve cerca de 50 minutos para cada disciplina. Segundo alguns especialista, esse é o tempo que nosso cérebro consegue se manter focado, após esse tempo é necessário fazer uma pausa de uns 5 a 10 minutos.

Tente revezar entre uma matéria que você goste e uma que você não goste, assim você se sentirá mais motivado a estudar, pois não estará vendo só matérias que gosta ou que não gosta.

Ainda no seu calendário, é importante que você marque datas para que você possa fazer revisões e exercícios, como nos sábados e domingos, por exemplo.

Mude
É importante que você esteja sempre adaptando seu plano de estudos. Nosso cérebro odeia rotinas. Por isso, esteja sempre alterando as cargas horárias para determinadas disciplinas. Isso fará com que seu cérebro não se desmotive ao longo dessa grande carga horária de estudos.



 Mais dicas sobre como estudar no http://www.voupassar.club/